Massa Caseira de Pão Doce Sem Glúten 3 em 1

Que tal uma receita de massa de pão sem glúten super versátil? Abaixo eu te ensino a fazer esta massa 3 em 1. Ela pode ser:

– No Natal, o seu panetone caseiro sem glúten 

– Na Páscoa, a sua colomba ou pomba (pão tradicional italiano) caseira sem glúten

– Em qualquer ocasião, o seu pãozinho tira-gosto

Com a mesma base, mas ligeiras variações de ingredientes, você consegue aproveitar esta massa de pão em 3 ou mais ocasiões diferentes.

Antes de partirmos para os “finalmente”, uma observação: os pães abaixo, apesar de também serem sem glúten, são bastante diferentes dos pães que ensinamos no curso Existe Vida Após o Glúten. Eles são complementares, na verdade, porque são versões doces, o que é uma novidade. E esta massa leva 1 ovo, o que não é um problema pra gente, aliás. Mas no curso os pães são 100% de origem vegetal.

Maravilha! Agora vamos colocar as mãos na massa! Espero que goste! Detalhe: no fim deste post, após as receitas, a gente já responde às principais dúvidas das pessoas. Veja.

1 – Panetone caseiro sem glúten

Ingredientes:

  • 150g de farinha de arroz
  • 50g de polvilho doce
  • 50g de fécula de mandioca
  • 2 colheres de sopa de fermento biológico
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 3 colheres de chá de CMC
  • 1 pitada de sal
  • 3 colheres de sopa de acúcar mascavo
  • 1 colher de café de canela em pó
  • 1 colher de café de cravo em pó
  • 1 pitada de noz moscada ralada na hora
  • 1 colher de chá de raspas de limão
  • 1 colher de chá de raspas de laranja
  • 1 ovo
  • 270ml de leite de amêndoa morno
  • 3 colheres de sopa de óleo de coco
  • 1 colher de chá de essência baunilha
  • 60g de chocolate meio amargo picado grosso (sem lactose, melhor)
  • 60g de nozes picadas
  • 1 forma de papel para panetone de 400g

Modo de fazer:

  • Numa vasilha grande misture os ingredientes secos exceto o chocolate e as nozes.
  • Numa outra vasilha misture o ovo, o leite, o óleo de coco e a essência de baunilha.
  • Adicione o líquido aos secos e bata com batedeira por 4 minutos
  • Adicione agora o chocolate e as nozes e misture com uma colher de pau.
  • Transfira a massa para uma fôrma e deixe crescer por uma hora ou até a massa começa a transbordar da forma
  • Pré-aqueça o forno a 180 graus e asse o panetone por 45 a 50 minutos

Dicas:

No lugar de chocolate pode usar frutas secas na mesma quantidade e outras castanhas no lugar das nozes. O leite de amêndoa pode ser substituído por outro leite vegetal ou água. Se não tiver forma de panetone, pode usar uma forma untada com buraco no meio.

2 – Colomba ou pomba caseira sem glúten

Ingredientes:

  • 150g de farinha de arroz
  • 50g de polvilho doce
  • 50g de fécula de mandioca
  • 2 colheres de sopa de fermento biológico
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 3 colheres de chá de CMC
  • 1 pitada de sal
  • 3 colheres de sopa de acúcar mascavo
  • 1 colher de chá de raspas de laranja
  • 1 ovo
  • 270ml de leite de amêndoa morno
  • 3 colheres de sopa de óleo de coco
  • 1 colher de chá de essência baunilha
  • 60g de uvas passas
  • 60g de outras frutas secas da sua preferência (obs. tradicionalmente usa-se frutas cristalizadas)
  • 30g de lascas de amêndoas

Modo de fazer:

  • Numa vasilha grande misture os ingredientes secos exceto o passas e outras frutas secas
  • Numa outra vasilha misture o ovo, o leite, o óleo de coco e a essência de baunilha
  • Adicione o líquido aos secos e bata com batedeira por 4 minutos
  • Adicione agora as passas e outras frutas secas e misture com uma colher de pau
  • Transfira a massa para uma fôrma untada, polvilhe as lascas de amêndoas e deixe crescer por uma hora
  • Pré-aqueça o forno a 180 graus e asse a colomba por 45 a 50 minutos

Dicas:

Se você não tiver uma fôrma em forma de pássaro (o que provavelmente deve ser o caso rs), use a forma que você tiver em casa, pra pão ou pra bolo, tanto faz.

3 – Pãozinho tira-gosto caseiro nutritivo

  • 150g de farinha de arroz
  • 50g de polvilho doce
  • 50g de fécula de mandioca
  • 2 colheres de sopa de fermento biológico
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 3 colheres de chá de CMC
  • 1 pitada de sal
  • 3 colheres de sopa de acúcar mascavo
  • 1 colher de chá de raspas de limão
  • 1 colher de chá de raspas de laranja
  • 1 ovo
  • 270ml de leite de amêndoa morno
  • 3 colheres de sopa de óleo de coco
  • 1 colher de chá de essência baunilha
  • 120g de mistura de castanhas picadas da sua preferência (avelã, pará, caju, macadâmia etc.)

Modo de fazer:

  • Numa vasilha grande misture os ingredientes secos exceto as castanhas
  • Numa outra vasilha misture o ovo, o leite, o óleo de coco e a essência de baunilha
  • Adicione o líquido aos secos e bata com batedeira por 4 minutos
  • Adicione agora as castanhas picadas e misture com uma colher de pau
  • Transfira a massa para uma fôrma untada da sua preferência e deixe crescer por uma hora
  • Pré-aqueça o forno a 180 graus e asse o pão doce por 45 a 50 minutos

 

Muito bem, agora aqui estão as respostas às principais dúvidas das pessoas sobre as receitas:

P: O que é CMC e pra que serve?

C.M.C é  abreviatura de carboximetilcelulose um polímero hidrossolúvel derivado de celulose para uso alimentar. O produto é apresentado na forma de pó e tem coloração ligeiramente amarelada.

O C.M.C. tem como propriedade principal uma grande capacidade de absorção de água.

O produto funciona primordialmente como espessante neutro, porém é também emulsificante, agente de suspensão homogeneizante e aglutinante. Substitui a ação do glúten. É utilizado em vários alimentos pela indústria alimentícia como bolos, sorvetes, cremes, glacês.

P: Onde comprar CMC?

Em lojas como a Casa Pedro http://www.casaspedro.com.br/. É comercializado também pela arcolor http://www.arcolor.com.br/em lojas que vendem material para boleiras e produção de doces.

P: Posso usar no lugar do CMC goma xantana e goma guar?

É possível mas nos recomendamos o uso preferencial do psyllium.

A GOMA GUAR é uma fibra alimentar solúvel, retirada da semente de uma planta de origem paquistanesa e indiana, bastante utilizada na alimentação humana e do gado desde a antiguidade. Na industria alimentícia, a goma guar é usada como espessante ou como fibra alimentar em dietas de emagrecimento.

Quando misturada à água ou óleo, a GOMA GUAR, que é um pó, se converte num gel denso e viscoso que funcionará como emulsificante, espessante, geleificante e estabilizante da estrutura do alimento.

A GOMA GUAR pode ser utilizada em preparações frias como mousses, cremes e recheios, e também quentes, no preparo de pães, macarrão fresco ou seco, bolos e biscoitos.

A GOMA XANTANA  também é um poderoso recurso na elaboração de receitas de pães, bolos, massas e biscoitos sem glúten. A goma xantana é um pó, resultante da fermentação de uma bactéria. Assim como a goma guar, a goma xantana também é um emulsionante, estabilizante das misturas, espessante para molhos, temperos de saladas, sorvetes, produtos lácteos, sucos de frutas, por exemplo.

Por sua capacidade de manter a mistura de farinhas em suspensão, a GOMA XANTANA colabora para facilitar a manutenção dos gases decorrente da fermentação dos pães e bolos, permitindo que os pães e bolos fiquem fofos, mais estruturados e elásticos.

Você pode observar que não existem proporções fixas nas misturas destes ingredientes nas receitas.

Normalmente a proporção mais comum é a de 1/2 a 2/3 de colher de chá para cada xícara de farinha empregada.

P: Qual é a diferença entre fécula de mandioca e polvilho doce?

O polvilho doce é levemente granulado. A fécula de mandioca é um pó fino, igual à fécula de batata ou amido de milho. Os dois são feitos de mandioca, porém passam por secagens diferentes. O polvilho doce por secagem solar e a fécula ao forno. O polvilho azedo que é granulado igualmente a polvilho doce, passa por fermentação que dá o sabor azedo típico e só depois por secagem solar. São três produtos diferentes em termos de produção, sabor e textura. É a textura que determina o sucesso da receita. Para a absorção adequada dos líquidos precisamos do granulado. Atenção: em muitos lugares a fécula e o polvilho se vendem como a mesma coisa, verifique sempre a textura do produto antes de comprar para preparar suas receitas.

É isso! Depois conta pra gente se deu certo a sua experiência e se aprovou o sabor! Gratidão e Felicidade!

Tem interesse em se inscrever em nosso curso online de padaria caseira sem glúten? Por favor, escreva para suporte@belleverte.com.br solicitando mais informações.

Seu depoimento

comentários

Pin It on Pinterest

Share This

Gostou? Compartilhe!

Alguém com quem você se importa vai CURTIR ler isso :-)